weblogUpdates.ping A Minha Matilde & Cª http://www.umsonhochamadomatilde.blogspot.com/ link rel="shortcut icon" href="favicon.ico">

A Minha Matilde & Cª 

terça-feira, janeiro 10, 2006

Coração ...

Por destino ou por capricho ...
Há um musculo que nos comanda ...
Que nos dá e tira a vida ...
Que matiza esse percurso em volupias do imaginário ...

Chama-se coração e no arco dos clichés possiveis
Ultrapassa abismos entre o tosco e o sublime:
Ele pulsa, infrene, nos ditos populares, na boa e má musica,
Nos desenhos anónimos e em pinturas magistrais,
Nos cupidos que espevitam o amor,
Nos prostibulos que o dissolvem,
No retrato de estados da alma,
Nas cores da paleta da nossa existência.
E sendo ele tão disperso,
Dele evoco o pouco que no coração mais me fascina:
O seu tropel na força da adrenalina,
Quando corpo e alma se fundem no amplexo de uma emoção.

No primeiro beijo...
No longo anseio conquistado ...
Na partilha de sentimentos ...
E na sua ausência.
Talvez seja isso que mais marca o coração
O silêncio de quem não está.
Share Subscribe
15 Comments:
Blogger azoriana said...

Olá pela primeira vez. Devido ao seu destaque (e peço desculpa se me enganei na url) no "Atualizando Blogs" estou aqui. Emocionei-me mesmo antes de ler os artigos. É que «Matilde» é um nome que me diz muito. É nome de Mãe, da minha. Se quiser saber da minha Matilde, escreva-me. Que a sua Matilde seja muito mas muito feliz. Nem imagina como fiquei contente por ler o nome da minha Mãe e de ver o sorriso dessa bela menina. Um abraço.

11:36 da tarde  
Anonymous HumbertotheWizard said...

Não é ele que comanda a vida, mas pode existir vida sem ele? Ele não é a origem do sentimento que nutrimos por algo ou alguêm, mas não é ele que recorremos, para expressar aquilo que sentimos? Ele não é sómente o motor que acciona esta complexa máquina que é ser humano. É igualmente a manifestação etérea de tudo aquilo que nos faz chorar e sorrir, sem sabermos explicar o porquê, e é ele que personifica o que temos de mais belo e divinal, como é a capacidade em criar, e a qualidade de amar. Eu por exemplo, escrevo este pequeno trecho com coração, e é precisamente com muito coração, e de amizade que eu envio muitas felicidades ao Miguel e á sua Matilde, de um coração Algarvio.
[Dominio dos Anjos]

11:50 da tarde  
Blogger Terreiro said...

Ser generoso não é só abrir a bolsa mas, também o coração.

Sto. Agostinho

Abraços

12:36 da manhã  
Blogger Pedro Nobre said...

Uma digna reflexão sobre o coração... e sobre o amor.

12:43 da manhã  
Anonymous the guardian said...

dando-se os parabéns a quem os realmente merece...parabéns.

10:20 da manhã  
Blogger tonsdeazul said...

Sim... o coração, o meu, guarda em silêncio a ausência de quem tanta falta me faz.

Adorei, adorei também conhecer a Matilde e para ela mando uma grande beijoca!

10:29 da manhã  
Anonymous Ritisabel said...

Custa tanto esse vazio... o coração fica pequenino, pequenino! Bjinhos.

12:40 da tarde  
Blogger Rosario Andrade said...

Bom dia Matildinha!
Hoje o meu dia e o meu coraçãozito também estão maracados de ausências... o coração é um orgao muito estúpido (isto foi um nefrologista que disse)... felizmente temos a memória para nos aquecer...

Abracicos!

1:32 da tarde  
Blogger Isabel-F. said...

uauuuu...que belo texto....Parabéns.

Bj

2:49 da tarde  
Blogger soldeinverno said...

bom texto o teu..gostei de ler...beijos pá Matildinha...

4:19 da tarde  
Anonymous Raquel V. said...

E depois há o silêncio de quem está... de quem descansa um pouco... de quem projectou a dois um pequeno coração... chamado Matilde :))

5:09 da tarde  
Blogger Caracolinha said...

Muito, muito bonito meu querido amigo !!

Obrigada pela partilha :))))

Como tá a bébe mais linda da blogosfera e arredores ??

Beijinho encaracolado para ela aqui da tia caracolinha e para os pápas babados também !!!! :))

5:30 da tarde  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Talvez seja isso que mais marca o coração, o siléncio de quem não está...
Lindo!!! verdade!!!
Bjx

9:54 da tarde  
Blogger Hard Candy said...

é no silêncio que descobrimos quem, de quem não está, faz mais falta...=) *bom blog

11:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Miguel, gosto muito dos teus posts, só gostava de te deixar um comentário amigável, para que te poupe de problemas futuros. Noto que colocas textos de autorias diversas, e não mencionas as fontes. Como este do coração do Mario Assis Ferreira. Desejo-te a continuação de um bom blog, com muitos textos que aquecem o coração.

Inês

4:37 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home