weblogUpdates.ping A Minha Matilde & Cª http://www.umsonhochamadomatilde.blogspot.com/ link rel="shortcut icon" href="favicon.ico">

A Minha Matilde & Cª 

terça-feira, março 27, 2007

A Morte saiu á Rua ...!


Um Original de Pitecos

A morte saiu à rua num dia assim
Naquele lugar sem nome para qualquer fim

Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue de um peito aberto sai

O vento que dá nas canas do canavial
E a foice duma ceifeira de Portugal

E o som da bigorna como um clarim do céu
Vão dizendo em toda a parte o Pintor morreu

Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual
Só olho por olho e dente por dente vale

À lei assassina, à morte que te matou
Teu corpo pertence à terra que te abraçou

Aqui te afirmamos dente por dente assim
Que um dia rirá melhor quem rirá por fim

Na curva da estrada à covas feitas no chão
E em todas florirão rosas de uma nação ...!


"A Morte Saiu à Rua" de Zeca Afonso

Etiquetas:

Share Subscribe
23 Comments:
Blogger Marlene said...

Salazar, o melhor português???

Só podem estar LOUCOS!!!!

9:37 da manhã  
Blogger Fábula said...

gosto do pormenor do abutre ali por detrás! ;)

9:38 da manhã  
Blogger Baby said...

Poema intenso, de Zeca Afonso, e como a actualidade nos surpreende a cada virar de esquina...
Um abraço.

10:05 da manhã  
Blogger tonsdeazul said...

Esta como todas as outras músicas de Zeca Afonso são maravilhosas!! Dizem sempre tanto.
Um abraço e beijinhos para os dois lindinhos: Matilde e Martim.

11:18 da manhã  
Blogger peace_love said...

Português tem memória curta!

12:09 da tarde  
Blogger papagueno said...

realmente temos mesmo a memória muito curta. É o que dá a televisão pública meter-se nestas enrascadas. Um abraço

1:45 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

um poema eterno. boa escolha...

JFD Kontrastes 2.0

2:17 da tarde  
Blogger Ludovicus Rex said...

Este programa foi uma má forma de dar a conhecer o nosso passado mais recente, é mesmo uma forma de não o dar a conhecer muito eficaz.
Pela Liberdade e Democracia, Sempre!
Um Abraço

6:02 da tarde  
Anonymous anjoedemonio said...

é mesmo... a morte saiu á rua!!!

b&a para a familia

6:17 da tarde  
Blogger Betty Coltrane said...

Um belo poema, de um grande autor... Ainda não digeri muito bem este resultado, como tantos outros sinais... Enfim! É usar o optimismo como melhor arma! =)

6:43 da tarde  
Blogger JotaCê Carranca said...

Já me dou por felizardo por não ter visto esse programa de entertenimento, que ao que tudo indica até foi mau como tal


Beijos na Matilde e no Martin

7:01 da tarde  
Blogger Capitão-Mor said...

Talvez não seja bem assim! Será que a classe política melhorou assim tanto?

7:16 da tarde  
Blogger sem-comentarios said...

Eu gosto muito do Zeca...achei que fizeste uma boa "sátira" á nomeação que fizeram do Salazar.
Mas não me admiro, o povo tá tão descontente com o actual governo...que até preferiam que voltasse a ditadura do Salazar.

Bjs a Matilde e Cª

7:51 da tarde  
Blogger Atlantys said...

Adorei a ironia sócio!
Bjks à M&M e Cª.

9:57 da tarde  
Blogger paulu said...

Até pode ser que seja só um concurso. Até pode ser que seja só um mau concurso. Até pode ser que não seja nada. Mas lá que às vezes apetece emigrar para Marte, apetece.
Abraço.

11:44 da tarde  
Blogger Kalinka said...

Olá
Pois é, ando mal, triste, desanimada com tudo à minha volta, desiludida com a maldade da maioria dos mortais, enfim...há-de passar.

Quando aqui cheguei há 2 anos, vim, sem vir à procura de ninguém...mas, hoje, sinto-me bem no meio das pessoas que fui conhecendo aos poucos.

Fizeram-me um desafio e já respondi, é uma forma de me dar a conhecer um pouquinho mais; se quiseres saber algo mais, já sabes qual o caminho que tens que tomar.

1 coisa que faço muito bem

SER AVÓ.

Beijinhos a todos/as pelas palavras de conforto que recebi.
Muito obrigado.

12:27 da manhã  
Blogger Tanita said...

Óptimo post!!!

1:53 da manhã  
Anonymous raquel Moniz said...

Faz lembrar as "intermitências da morte" de Saramago. A morte também saiu à rua... mas avisou.

11:21 da manhã  
Anonymous JDIAS said...

... de toda a parte chegam os vampiros....

............

.... trazem no ventre despojos antigos......

............

... e não se esgota o sangue da manada......

..........

.... eles come tudo e não deixam nada.....


Constituição da República Portuguesa
Art. 46
Nº 4. Não são consentidas associações armadas nem de tipo militar, militarizadas ou paramilitares, nem ORGANIZAÇÕES racistas ou que perfilhem a IDEOLOGIA FASCISTA

4:30 da tarde  
Blogger Patricia said...

É caso para se dizer «OS PORTUGUESES DEVEM ESTAR LOUCOS» eu fiquei doente só de pensar na eventualidade de um ditador que fez sofrer muita gente ser considerado o melhor português de sempre.
Não consigo compreeder, transcende as minhas capacidades intelectuais!

4:31 da tarde  
Blogger citizenmary said...

Em todas as curvas florirão rosas. Nada trava a verdade... O melhor post que podias ter partilhado sobre o tema. Um abraço.

11:11 da manhã  
Blogger mystic said...

É a memória curta de alguns portugueses...

bjs

P.S. adoro o pormenor da foto...

1:41 da tarde  
Blogger Cruzeiro said...

Este país está surreal, é só o que me acorre dizer...

10:47 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home