weblogUpdates.ping A Minha Matilde & Cª http://www.umsonhochamadomatilde.blogspot.com/ link rel="shortcut icon" href="favicon.ico">

A Minha Matilde & Cª 

quarta-feira, janeiro 18, 2006

Não te Amo ...!?



Não te amo, quero-te: o amar vem d'alma.
E eu n'alma tenho a calma,
A calma do jazigo.
Ai! não te amo, não.

Não te amo, quero-te: o amor é vida.
E a vida nem sentida
A trago eu já comigo.
Ai, não te amo, não!

Ai! não te amo, não; e só te quero
De um querer bruto e fero
Que o sangue me devora,
Não chega ao coração.

Não te amo. És bela; e eu não te amo, ó bela.
Quem ama a aziaga estrela
Que lhe luz na má hora
Da sua perdição?

E quero-te, e não te amo, que é forçado,
De mau feitiço azado
Este indigno furor.
Mas oh! não te amo, não.

E infame sou, porque te quero; e tanto
Que de mim tenho espanto,
De ti medo e terror...
Mas amar!... não te amo, não.


"Não te Amo" de Almeida Garrett
Share Subscribe
9 Comments:
Blogger Clitie said...

Lembraste-me Almeida Garrett "não te amo, quero-te, que o amor vem da alma e eu na alma tenho a calma"...

Bjks à princesa

10:03 da tarde  
Blogger Anjo said...

Que belas memórias me devolve este poema...
Que saudades daquele tempo em quem tudo era descoberta...
E era tudo tão simples!

Boa noite e beijinhos para a Matilde

10:33 da tarde  
Blogger daalgempaKu said...

daalgempaKu_Um olhar diferente
daalgempaKu pretende ser um espaço de divulgação de informação alternativa do algarve em geral e de portugal em particular, sempre disponível para receber tudo e dar tudo, desde sexo a poesia, sem tabús. Não tenha pudor, você será a cobaia deste novo formato de informação a cargo de repórteres experientes na matéria...paKu

VISITEM-NOS EM http://daalgempaku.blogspot.com

10:57 da tarde  
Blogger Mac Adriano said...

Almeida Garrett é um dos escritores com poemas que eu consigo perceber. E garanto que não há muitos assim. Boa escolha.

12:47 da manhã  
Blogger 365dias said...

a foto enquadra-se muito bem no poema, bem conseguido.. brigado pela vista :-)

1:10 da manhã  
Blogger Aleisa said...

Um não te amo incrivelmente belo...

4:34 da manhã  
Blogger azoriana said...

Olá! Magnífico poema. Parabéns pela escolha. Abraço.

6:20 da tarde  
Blogger wind said...

O lado carnal de Almeida Garrett:)

9:01 da tarde  
Blogger Clitie said...

Eh lá! Ò Miguel ontem não estava só a imagem?... É que eu já ando alucinada, mas assim tanto? :-(

Bjks

10:50 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home